Jornal da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa – outubro de 1974

Consulte a história da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa de 1822 a 1974 no Jornal da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa.

Nesta edição o jornal dá destaque a alguns aspetos iconográficos e bibliográficos dos 150 anos da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa.

Imagem capa Jornal da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa

Jornal da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa

scml

O Jornal da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa, a mais antiga revista médica portuguesa, encontra-se em pleno processo de reformulação. Será relançado num novo formato, com uma edição exclusivamente on-line e completamente open acess. É a verdadeira reinvenção de um Clássico.

Vivemos numa época de incomparável crescimento nas ciências médicas, reflectido no crescente volume de publicações científicas. Para além dos modelos tradicionais de revista médica, surgem novos formatos, dedicados a novas audiências, que integram outras fontes de informação, e que permitem uma maior interactividade por parte do leitor. Cada vez mais os artigos científicos são primeiro publicados em formato electrónico (online) antes de serem impressos. Mesmo as revistas mais clássicas disponibilizam conteúdos extra nos seus websites, e há numerosas publicações de acesso livre (open access), de indiscutível qualidade científica.

O Jornal da Sociedade das Ciências Medicas de Lisboa (JSCML) é a mais antiga revista médica portuguesa, e em língua portuguesa, sendo o órgão oficial de uma das mais antigas associações medico-científicas mundiais. Desde 1836 até hoje que tem sido publicado de forma ininterrupta, com formato e conteúdo variável ao longo dos anos. Apesar de ter intercalado momentos de grande actividade editorial com períodos de relativa pobreza, o JSCML manteve-se como uma referência no panorama editorial biomédico português, tal como a própria Sociedade que representa. O momento actual, de grandes mudanças e desafios, obriga-nos fazer evoluir o Jornal para um novo formato mais contemporâneo. Assim, foi desejo da actual direcção da SCML proceder a uma renovação profunda no seu conteúdo e forma, transformando-o numa revista de edição exclusivamente online e totalmente open acess.

Sem querer duplicar o trabalho já realizado por outras revistas nacionais, o JSCML pretende impor-se como uma fonte científica credível pela excelência dos seus conteúdos, e pela abertura a todas as áreas do conhecimento biomédico. A missão assumida do JSCML será o de constituir o principal fórum e revista de divulgação biomédica em Portugal a médio termo, uma referência nacional do ponto de vista científico, congregando os contributos dos principais líderes de opinião nas diversas áreas do conhecimento. Neste novo formato, cada número do JSCML será dedicado, primariamente, a revisões clínicas e básicas numa área das ciências médicas (contendo um ou dois temas-guia), cobrindo, a vez, todo o vasto campo da biomedicina. Estes trabalhos de revisão deverão reflectir o "estado da Arte" em cada tema, e seus autores serão seleccionados antecipadamente pelo corpo editorial do JSCML a partir dos vários centros clínicos e académicos do Pais. Haverá uma rotação pré-estabelecida das várias áreas, por forma a que cada uma delas apareça apenas uma vez a cada dois anos. Para além destes artigos, poderão ser publicados também editoriais, artigos de opinião (News & Views), artigos originais, casos clínicos, imagens e vídeos, artigos do arquivo histórico do JSCML e correspondência dos leitores.

Em boa verdade, a vida e o sucesso de uma revista científica dependem não só do seu corpo editorial, mas sobretudo dos seus leitores e dos autores que com o seu trabalho garantem a qualidade e a continuidade editorial. Esperamos contar com o interesse, a boa vontade, e a indiscutível capacidade dos clínicos e cientistas nacionais para que este projecto do JCM possa vingar - no interesse de uma Medicina portuguesa cada vez melhor e mais vibrante.